Autor Tópico: 50.000Kms no Endurance Test da Honda CBR1000RR Fireblade (o bom...e o menos bom)  (Lida 132 vezes)

Julho 16, 2019, 17:55:56, 17:55
Lida 132 vezes

Sapiens21

  • Motociclista: 5 estrelas ❇❇❇❇❇

  • Offline
  • *****

  • 14263
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    Queira o bem. Faça o bem. O resto vem...
50.000Kms no Endurance Test da Honda CBR1000RR Fireblade (o bom...e o menos bom)






A publicação Motorradonline.de finalmente acaba de dar a conhecer o resultado do seu último endurance test nos habituais 50.000Kms e desta feita da Honda CBR1000RR Fireblade.

:nice:

No entanto, neste caso convém deixar desde já uma nota inicial, pois esta unidade foi entregue já com 18.000Kms rodados, o que não constuma ser comum acontecer nos testes que levam a cabo.
Isto significava que fariam na mesma um teste de 50.000Kms, levando a que a unidade terminasse com 68.000Kms...o que efectivamente aconteceu.

Os resultados são muito extensos (são todos os que eles fazem, aliás) e solicito que passem pelo link do website deixado no final, para se perceber tudo o que foi dito, colocnado a página a traduzir de Alemão para Inglês. ;)

Como tem vindo a ser frequente é tudo analisado ao pormenor e inclusivamente vai sendo relatado, de forma regular, o que vai acontecendo ao longo do acrescenter de kms: é documentado o consumo que vai fazendo, são descritas manutenções e custos, eventuais reparações ou visitas inesperadas à oficina quando tal acontece, assim como acontecimentos inusitados.

Tudo...mesmo tudo é descrito. :nice:
Ao longo dos kms realizados foi tudo detalhado ao pormenor quanto a esta CBR1000RR Fireblade, tendo resultado numa máquina que terminou o Endurance Test de 50.000Kms em apenas 2 anos e 3 meses.
Começou em Março de 2017 e terminou em Junho de 2019.

Além disso e no decurso deste longo teste de resistência, ainda esteve nas mãos do instrutor Tobias Münchinger, que a usou na pista Motorsport Arena Oschersleben no mês de Maio de 2018.

No final do teste dos 50.000Kms (com a moto tendo na realidade já 68.000Kms como indiquei inicialmente), após ter sido levado ao banco de ensaio verificaram que tinha "perdido" 10cv dos anunciados.

No decurso do endurance test tiveram de substituir também o tensor de corrente por volta dos 42.800Kms, o qual apesar de não mostrar desgaste, motivou a substituição que se revelou certeira no eliminar do som que era ouvido.

Uma coisa curiosa foi também encontrar a caixa do filtro cheaia de...folhas. Isto numa altura em que a moto tinha ultrapassado os 41.400 Kms do teste. Um dos jornalistas que a testou até brincou com a questão, nomeadamente não sabendo se aquilo tinha sido uma partida, ou se a Fireblade seria boa para aspirar folhas.

No teste a chave também a dada altura deu luta para sair do canhão de ignição, resolvido com um pouco de spray.

Também não era muito e gostar de ser atestada mesmo até acima, especialmente com o motor bem quente, já que rapidamente deitava o excesso de gasolina por baixo.

De resto, esta super desportiva teve uma fiabilidade acima de qualquer crítica, sendo basicamente só fazer as revisões normais, colocar gasolina e lavá-la de forma ocasional.


Fica então por cá o Endurance-Test para consulta, advertindo novamente que é algo extenso e tem de se traduzir de Alemão para Inglês: https://www.motorradonline.de/supersportler/honda-cbr-1000-rr-fireblade-sc77-im-50000-km-dauertest/#














« Última modificação: Julho 16, 2019, 17:58:15, 17:58 por Sapiens21 »
"Pouco importa o julgamento dos outros. Os seres humanos são tão contraditórios que é impossível atender às suas demandas para satisfazê-los.
Tenha em mente simplesmente ser autêntico e verdadeiro."

Dalai Lama