Autor Tópico: 1ª Mota - Viagens "grandes" todos os dias  (Lida 589 vezes)

Outubro 06, 2019, 17:54:37, 17:54
Lida 589 vezes

s.imperial

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 18
  • Marca Motociclo: Apeado
  • Modelo Motociclo: Apeado
  • Localidade: Rio de Mouro
Bem, eu meti logo o assunto todo na minha apresentação xD Conforme me foi recomendado, vou meter aqui o post correctamente.

Moro em Sintra e trabalho em Setúbal, pelo que faço 70km para cada lado, a pagar pelo menos 6€ de portagem por dia (às vezes mais se me meter na A16), mais depois umas voltinhas de 20 ou 30km ao final do dia por outros motivos. A minha média de carro está a cerca de 3500km por mês, mais ou menos. Estou a olhar para a 1ª mota. Como o meu carro faz em autoestrada médias entre 3.8L a 5.6L/100 km diesel (BMW 116d), dependendo do quão atrasada acordei, tenho estado a olhar maioritariamente para as motas mais económicas, <4L/100km (ou perto disso) - sem serem scooters. Não preciso de gastar muito menos dinheiro do que com o carro, só preciso de "break even" ao final do mês, daí não passar da marca dos 4L/100km.

Tenho 1.70m e sou uma miúda "pesadota", pelo que consigo caber nas motas quase todas (montei uma Africa Twin das novas e só raspo a ponta do dedo no chão, pronto), não sei se será problema noutros modelos.

Estou muito dividida entre a Zontes 310T, BMW G310GS e NC750X. Já encontrei muitos posts úteis mas ainda não me consegui decidir, embora esteja sinceramente mais inclinada para uma NC750X usada.

Já li muitos posts e vi muitas reviews que falam de cada uma, estou a adorar tudo o que leio da NC750X e se fosse rica, comprava já uma xD Aquilo que muita gente diz sobre a NC750X ser "pão sem sal" (por oposição à CB500X, por exemplo) é precisamente o que me atrai, é exactamente o que tenho com o meu Beemer fraquinho. Procuro conforto, economia, e aceleradores pouco nervosos, e que perdoem mais os erros de principiante.

A minha dúvida é mesmo entre comprar uma 300cc nova ou a 750cc usada (orçamento abaixo de 6000€ e tenho de comprar topcase grande obrigatoriamente por causa do emprego), visto que não percebo grande coisa de mecânica de motas (ao contrário de carros) e tenho medo de ser engrupida ou não saber escolher. Sei que são duas classes de mota completamente distintas e obviamente que temo que fazer 140km ou mais por dia numa 300cc se torne aborrecido muito facilmente, ou que vá ser um sacrifício. Como disse, o meu objectivo é poupar algum dinheiro na portagem, talvez em combustível, poupar o carro que as reparações são caras, poupar tempo no trânsito, mas se for um sacrifício enorme ir na A2 com uma 300cc, não vale a pena.

Se escolher uma NC750X usada... para o que devo olhar (à parte das coisas óbvias)? Que "perigos" escondidos podem ocultar? O meu carrito importado veio com 150.000km e nunca me deu problemas, mecânica irrepreensível; se for uma mota com km elevados (e.g. 50.000km numa mota de 2014) é logo um "não-não"? Tenho muita gente que me dá esse conselho, para não escolher motas acima de 10 ou 20.000km, parece-me um bocado exagerado.

Um dos meus medos era também 750cc ser "demasiada" mota para alguém que nunca conduziu nada mais que bicicleta (e nem nunca andei muito de bike xD), mas acho que essa dúvida já tirei aqui com muitas das vossas opiniões.

Obrigada desde já!

« Última modificação: Outubro 06, 2019, 18:04:53, 18:04 por s.imperial »

Outubro 06, 2019, 18:08:01, 18:08
Responder #1

Sapiens21

  • Motociclista: 5 estrelas ❇❇❇❇❇

  • Offline
  • *****

  • 13980
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    Queira o bem. Faça o bem. O resto vem...
(....) ; se for uma mota com km elevados (e.g. 50.000km numa mota de 2014) é logo um "não-não"? Tenho muita gente que me dá esse conselho, para não escolher motas acima de 10 ou 20.000km, parece-me um bocado exagerado.
(....)

Uma moto com 10.000Kms ou mais estará, salvo algum caso específico, quase nova.

Se alguém te deu esse conselho que descreves acima, compreendo-o apenas na vertente de ficares com uma moto semi-nova.
Porém, dizer que se deve evitar, aí já entra no campo do exagero.

Escolhe de entre um grupo pequeno daquelas que mais gostas no mercado e procura aquilo que acaba por ser determinante para a utilização que indicaste atrás.

Boa sorte e, preferencialmente, adquire em concessionário, se fores para usada. Esse sim será o meu conselho.  :nice:
"Pouco importa o julgamento dos outros. Os seres humanos são tão contraditórios que é impossível atender às suas demandas para satisfazê-los.
Tenha em mente simplesmente ser autêntico e verdadeiro."

Dalai Lama

Outubro 06, 2019, 20:06:03, 20:06
Responder #2

2low

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 2748
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Triumph
  • Modelo Motociclo: Sprint ST 1050 ABS (2006)
  • Localidade: Almada
Pelo que li em tudo o que já foi dito... parece-me que a escolha mais que acertada será mesmo a NC750X usada. [o "turbodiesel" das motos]

As Zontes 310T e BMW G310GS são motos que deverão ter um andamento mais esforçado e para uma utilização assídua podem até apresentar valores de consumo talvez próximos e/ou superiores ao que a NC750X possa ter... tudo vai depender de como o/a condutor/a vai rodar o punho direito...

Em termos de manutenção, não deverá ser muito diferente entre as três e novamente dependerá da quilometragem feita...
...as Zontes aparentemente precisam de manutenções intermédias de 3000km em 3000km...

Em termos de conforto a NC750X talvez seja ligeiramente melhor que as outras duas.

A NC750X tem a vantagem que será uma moto mais polivalente que as outras duas e poderá proporcionar uma utilização que permita a manter durante muito mais tempo sem uma pessoa se cansar e começar a querer algo melhor em termos de prestações ou conforto ou qualquer outro requisito...

Mas como o Sapiens21 disse:
"
(...)Escolhe de entre um grupo pequeno daquelas que mais gostas no mercado e procura aquilo que acaba por ser determinante para a utilização que indicaste atrás.
(...)
E se possível tenta experimentar as três para verificares se te sentes confortavel.

 :nice: :convivio:

Outubro 06, 2019, 20:12:17, 20:12
Responder #3

Moto2cool

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 3623
Parece que tens tudo muito bem estudado :) com essas viagens e esses objectivos seguramente a NC.
Vê como se sentes no banco, podes sempre baixar o banco ou meter um kit para rebaixar e mota.
Spritmonitor.de" border="0 Suzuki VStrom 650
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Outubro 06, 2019, 21:52:49, 21:52
Responder #4

Raminhos

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 172
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Honda
  • Modelo Motociclo: Africa Twin 2019
  • Localidade: Lisboa
A resposta é só uma: NC750X. Encaixa-se perfeitamente nessa utilização e com uns consumos de espantar.

Outubro 07, 2019, 00:51:16, 00:51
Responder #5

pjmartinho

  • Motociclista: 3 estrelas ❇❇❇

  • Offline
  • ***

  • 841
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Honda
  • Modelo Motociclo: ST1100
  • Localidade: Por aí...
A minha média de carro está a cerca de 3500km por mês, mais ou menos. Estou a olhar para a 1ª mota. Como o meu carro faz em autoestrada médias entre 3.8L a 5.6L/100 km diesel (BMW 116d), dependendo do quão atrasada acordei, tenho estado a olhar maioritariamente para as motas mais económicas, <4L/100km (ou perto disso) - sem serem scooters. Não preciso de gastar muito menos dinheiro do que com o carro, só preciso de "break even" ao final do mês, daí não passar da marca dos 4L/100km.

A escolha recai sobre a NC uma vez que permite acordar atrasada mais vezes e não dar cabo da carteira ao tentar recuperar o tempo ;)

Outubro 07, 2019, 12:20:28, 12:20
Responder #6

xiripiti

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 140
  • Marca Motociclo: Honda
  • Modelo Motociclo: X-ADV
  • Localidade: Vila Nova de Famalicão
Diria, NC sem dúvida  :pensador:

Acho que como primeiro ponto, um test-drive é imprescindível.

Para os kms que comentas, e que são muitos, será importante ter um motor duradouro, não que as outras não o sejam, confesso que não conheço, mas certamente vão fazer maior esforço para esse trajeto diario e como tal... talvez menos duradouras e menos economicas

Importante parece-me, voltando a recordar o numero de kms, os intervalos de manutenção e a duração dos pneus.

Digo isto porque, se o objetivo é poupar uns trocos nas portagens... quem sabe não os vais deixar nas manutenções... muito importante fazer essas contas  :writing: :writing: :writing:

Outubro 08, 2019, 01:28:17, 01:28
Responder #7

s.imperial

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 18
  • Marca Motociclo: Apeado
  • Modelo Motociclo: Apeado
  • Localidade: Rio de Mouro
Digo isto porque, se o objetivo é poupar uns trocos nas portagens... quem sabe não os vais deixar nas manutenções... muito importante fazer essas contas  :writing: :writing: :writing:

Epah... admito que me esqueci disso. Tenho um excel com imensa coisa já feita, contabilizando seguros, IUC, mínimo e máximo de combustível, tempo ganho, etc.
A verdade é que por um lado também vou estar a poupar na manutenção do carro (que sei que é mais alargada, já nem me lembro quando meti pneus e o óleo estou a fazer 25.000km), que julgo que é mais cara - mas não percebo muito disso. Uma revisão da NC ficaria o quê... 100 ou 120€ a cada 12.000km? Ou estou a exagerar no preço?

Mas como eu disse algures... se contabilizando tudo e pagando a prestação (vou tentar comprar a pronto mas sei que não vou ter paciência de esperar pela mota até juntar tudo xD) ficar a gastar o mesmo dinheiro que o carro, quer dizer que mal a mota esteja paga vou poupar dinheiro. Tempo vou sempre poupar - que é o meu maior objectivo - e isso também vale muito.

Outubro 08, 2019, 07:42:44, 07:42
Responder #8

Sapiens21

  • Motociclista: 5 estrelas ❇❇❇❇❇

  • Offline
  • *****

  • 13980
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    Queira o bem. Faça o bem. O resto vem...
Queres saber custos e da forma mais objectiva que pode existir?

Então passa por aqui e vais ver que não dás o tempo como perdido, na análise mais criteriosa e abrangente de que tenho conhecimento. .. :)

LINK DIRECTO...
"Pouco importa o julgamento dos outros. Os seres humanos são tão contraditórios que é impossível atender às suas demandas para satisfazê-los.
Tenha em mente simplesmente ser autêntico e verdadeiro."

Dalai Lama

Outubro 08, 2019, 09:08:05, 09:08
Responder #9

Vasco Gama

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 89
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Suzuki
  • Modelo Motociclo: V-Strom 650
  • Localidade: vialonga
Sem querer ser tendencioso  :megafeliz: :megafeliz:, deixo-te aqui o link de uma NC700x com menos de 50mil (48 quando a deixei lá cerca de uma semana) e com todas as revisões na marca!

http://www.migtecmotos.com/pt/motos_usadas/19/honda_nc_700_x

A mota é de 2012, mas só precisava de um pneu frente e revisão dos 48mil!

De resto, gota e felicidade!

E a MigTech são um espectáculo!
Nos mesmos rios entramos e não entramos, somos e não somos.

Heráclito

Outubro 08, 2019, 10:12:37, 10:12
Responder #10

s.imperial

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 18
  • Marca Motociclo: Apeado
  • Modelo Motociclo: Apeado
  • Localidade: Rio de Mouro
Vale a pena pagar mais pela 750?
Vejo que há muita gente elogia as mudanças e incrementos em cada edição (da 700 pra 750 e mesmo agora entre as várias edições das 750). Mas a mudança é assim tão grande ou beneficial que valha a pena pagar mais 1000 ou 1500€?

Mas de facto essa parece-me estar a um bom preço (e é perto de casa).

Outubro 08, 2019, 10:16:47, 10:16
Responder #11

s.imperial

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 18
  • Marca Motociclo: Apeado
  • Modelo Motociclo: Apeado
  • Localidade: Rio de Mouro
Queres saber custos e da forma mais objectiva que pode existir?

Então passa por aqui e vais ver que não dás o tempo como perdido, na análise mais criteriosa e abrangente de que tenho conhecimento. .. :)

LINK DIRECTO...

Já vi que não sou só eu que é fanática por excel e veículo :) :) Era mesmo algo assim que precisava para completar as minhas continhas todas.

Outubro 08, 2019, 10:52:22, 10:52
Responder #12

Lourenço

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 321
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Honda
  • Modelo Motociclo: SH125
  • Localidade: Lisboa
Queres saber custos e da forma mais objectiva que pode existir?

Então passa por aqui e vais ver que não dás o tempo como perdido, na análise mais criteriosa e abrangente de que tenho conhecimento. .. :)

LINK DIRECTO...

Já vi que não sou só eu que é fanática por excel e veículo :) :) Era mesmo algo assim que precisava para completar as minhas continhas todas.

 :D Há muitos #fanáticos# do excel e controle de custos, são é envergonhados e não ousam como o Pianoman expor a sua competência. Sem controlar o que se se gasta não se sabe onde se gasta e como se gasta para pelo menos gastar melhor  ;)
Boa estrada e sejam felizes.
Mais uma mota menos um carro.

Outubro 08, 2019, 11:34:36, 11:34
Responder #13

VCS

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 233
    • Offramp
  • Marca Motociclo: Vespa, Lambretta, Piaggio
  • Modelo Motociclo: GTS 300, Golden Special, X8
  • Localidade: Lisboa
Sem dúvida a NC700/750. Eu também tenho 1m70 e senti-me muito confortável nela, a ergonomia é perfeita para 1.70.
Não consigo imaginar nenhuma moto mais prática/económica para essas distâncias diárias.
E se ainda não experimentaste uma, não te deixes enganar pelo porte do (falso) depósito, que realmente é largo.
A moto está feita para ser fácil, dócil, confortável e económica.
As primeiras compram-se a partir de 4.000eur, há muitas à venda, é uma questão de paciência e de não te precipitares a comprar.

Outubro 08, 2019, 11:52:06, 11:52
Responder #14

2low

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 2748
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Triumph
  • Modelo Motociclo: Sprint ST 1050 ABS (2006)
  • Localidade: Almada
Sem dúvida a NC700/750. Eu também tenho 1m70 e senti-me muito confortável nela, a ergonomia é perfeita para 1.70.
Não consigo imaginar nenhuma moto mais prática/económica para essas distâncias diárias.
E se ainda não experimentaste uma, não te deixes enganar pelo porte do (falso) depósito, que realmente é largo.
A moto está feita para ser fácil, dócil, confortável e económica.
As primeiras compram-se a partir de 4.000eur, há muitas à venda, é uma questão de paciência e de não te precipitares a comprar.

Para a tua estatura irias adorar a Kawasaki ER6F (2009-2011) em termos de ser ainda mais pratica que a NC (maior manobrabilidade, mais leve, mais curta e mais baixa com ambos os pés bem assentes no chão) [acho que a Suzuki SFV650 Gladius era igualmente tão pratica como a ER6F, pelo menos ambas umas penas leves…]

Curiosidade sobre diferença de altura do assento e peso entre estes três modelos:
Honda NC700X/750X (até 2016) - 79cm - 218Kg (cheio)
Honda NC750X (2016/2019) - 83cm - 220kg (cheio)
Suzuki SFV650 Gladius - 78,5cm - 202kg (cheio)
Kawasaki ER6F (2009-2011) - 79cm - 200kg (cheio)
Kawasaki ninja 650r (2012-) - 80,5cm - 208kg (cheio)

A economia da NC tem sido imbatível...
« Última modificação: Outubro 08, 2019, 12:04:22, 12:04 por 2low »

Outubro 08, 2019, 12:30:11, 12:30
Responder #15

JViegas

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 2394
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Atenção aos valores de revisões dos modelos.

Convém ter isso em conta, atendendo que será uma máquina para "todos os dias", logo as revisões serão menos espaçadas.

Outra questão que alerto é para o equipamento.

Está comtemplado igualmente certo?
Conduzir todos os dias, em ambiente citadino, na minha opinião, deve-se ter em conta um equipamento o mais completo possível.

Para além do obrigatório, um bom par de botas, calças motociclista, roupa quente e roupa impermeável para o Inverno, altura do ano em que se sente mais forte o "prazer" de andar de mota.

Outubro 08, 2019, 14:23:24, 14:23
Responder #16

VCS

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 233
    • Offramp
  • Marca Motociclo: Vespa, Lambretta, Piaggio
  • Modelo Motociclo: GTS 300, Golden Special, X8
  • Localidade: Lisboa
Sem dúvida a NC700/750. Eu também tenho 1m70 e senti-me muito confortável nela, a ergonomia é perfeita para 1.70.
Não consigo imaginar nenhuma moto mais prática/económica para essas distâncias diárias.
E se ainda não experimentaste uma, não te deixes enganar pelo porte do (falso) depósito, que realmente é largo.
A moto está feita para ser fácil, dócil, confortável e económica.
As primeiras compram-se a partir de 4.000eur, há muitas à venda, é uma questão de paciência e de não te precipitares a comprar.

Para a tua estatura irias adorar a Kawasaki ER6F (2009-2011) em termos de ser ainda mais pratica que a NC (maior manobrabilidade, mais leve, mais curta e mais baixa com ambos os pés bem assentes no chão) [acho que a Suzuki SFV650 Gladius era igualmente tão pratica como a ER6F, pelo menos ambas umas penas leves…]


Nunca experimentei.
Vendo só por imagens, parece-me demasiado "Sport", ainda que os avanços/guiador pareçam altos.
Qualquer coisa que exija coluna a perto de 45º como posição natural é mau para mim, por causa da cervical e do peso nos pulsos.
Dá para dar uma volta, mas não para uso intenso.

Outubro 08, 2019, 16:19:36, 16:19
Responder #17

2low

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 2748
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Triumph
  • Modelo Motociclo: Sprint ST 1050 ABS (2006)
  • Localidade: Almada
Sem dúvida a NC700/750. Eu também tenho 1m70 e senti-me muito confortável nela, a ergonomia é perfeita para 1.70.
Não consigo imaginar nenhuma moto mais prática/económica para essas distâncias diárias.
E se ainda não experimentaste uma, não te deixes enganar pelo porte do (falso) depósito, que realmente é largo.
A moto está feita para ser fácil, dócil, confortável e económica.
As primeiras compram-se a partir de 4.000eur, há muitas à venda, é uma questão de paciência e de não te precipitares a comprar.

Para a tua estatura irias adorar a Kawasaki ER6F (2009-2011) em termos de ser ainda mais pratica que a NC (maior manobrabilidade, mais leve, mais curta e mais baixa com ambos os pés bem assentes no chão) [acho que a Suzuki SFV650 Gladius era igualmente tão pratica como a ER6F, pelo menos ambas umas penas leves…]


Nunca experimentei.
Vendo só por imagens, parece-me demasiado "Sport", ainda que os avanços/guiador pareçam altos.
Qualquer coisa que exija coluna a perto de 45º como posição natural é mau para mim, por causa da cervical e do peso nos pulsos.
Dá para dar uma volta, mas não para uso intenso.

Esteticamente é semelhante a uma "Sport" mas não passa de uma carenada bem utilitária!
Podes comparar a posição de condução aqui: https://cycle-ergo.com/

 :convivio:

Outubro 08, 2019, 16:45:12, 16:45
Responder #18

dfelix

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 3483
Para a tua estatura irias adorar a...

Tem 1,70, pá...
Chega mais facilmente ao chão que nós.
 :D

Outubro 08, 2019, 21:37:52, 21:37
Responder #19

s.imperial

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 18
  • Marca Motociclo: Apeado
  • Modelo Motociclo: Apeado
  • Localidade: Rio de Mouro
Atenção aos valores de revisões dos modelos.

Outra questão que alerto é para o equipamento.


Quando falo nos 6000€ é já a contar se sobram uns pozinhos de comprar a mota para parte do equipamento; vou ter de encontrar umas calças que consiga conjugar com a minha farda (não temos um modelo específico nem uso todos os dias, mas tem de ser beje/amarelo torrado e que pareça ser sarja ou similar, portanto vou ter de perder algum tempo nisso) e depois olhar para os impermeáveis. Ainda ando à luta com capacetes, a ler aqui muitas coisas sobre vantagens e desvantagens de vários modelos, depois logo terei de ver os impermeáveis porque moro em Sintra e isto aqui não perdoa.

As botas tenho dois pares do trabalho que, não sendo específicas para mota, são ignífugas, com protecção de tornozelo e bem altas, resistentes a cortes e com biqueira de carbono, portanto para o início chegam, embora saiba que não são o ideal (Haix Forest Fighter e Panter Brifo).

As revisões efectivamente tenho de comparar ainda com cuidado, é a parte em que estou mais "perdida".

Outubro 08, 2019, 21:41:39, 21:41
Responder #20

s.imperial

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 18
  • Marca Motociclo: Apeado
  • Modelo Motociclo: Apeado
  • Localidade: Rio de Mouro

Podes comparar a posição de condução aqui: https://cycle-ergo.com/


Desconhecia esse site, que espectáculo.

Outubro 09, 2019, 12:13:01, 12:13
Responder #21

JViegas

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 2394
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Naturalmente o frio e a chuva serão os teus piores inimigos aliado ao vento e considerando Sintra podes verificar que estão aqui reunidas as condições para gostar muito de andar de mota ou detestar para sempre.

Quando falo em revisões refiro ao espaçamento das mesmas e o custo em oficina da marca ou oficina multimarca.

Uma mota de uso diário irá certamente fazer mais kms do que as motas que são utilizadas para um uso mais "didático".

Existem motas que fazem revisão de x em x kms e motas que fazem de y em y. Terás que ponderar.


Deve ser uma mota que possas controlar entre o transito e acredita que o peso tem muita influência e a carga que transportas tem igualmente muita importância.

Eu a conduzir a minha maxiscooter entre o transito da 2ª circular é totalmente diferente quando trago a minha filha, a mochila e lancheira da escola.

Tem eu ser uma máquina que não te assuste, que treines antes de ir para o inferno das filas e para isso é preciso tempo, disposição e equipamento adequado para que em vez de estares a "lutar" contra as filas de transito estarás a lutar contra os pés molhados, a agua que entra pelo pescoço ou o capacete a embaciar ou as luvas a ensoparem.


Outubro 09, 2019, 12:53:18, 12:53
Responder #22

VCS

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 233
    • Offramp
  • Marca Motociclo: Vespa, Lambretta, Piaggio
  • Modelo Motociclo: GTS 300, Golden Special, X8
  • Localidade: Lisboa
Recupero aqui um tópico antigo com o meu test ride e outros contributos sobre a NC700.
https://www.clubeportuguesmotociclismo.pt/index.php?topic=599.msg5671#msg5671

Outubro 09, 2019, 13:55:12, 13:55
Responder #23

Moto2cool

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 3623
Confesso que em certas condições, para uso muito intenso (muitos km) tenho dúvida da economia das motas, seja pela diferença de preço do Diesel, seja pela durabilidade dos pneus, seja pela periodicidade das manutenções.
Provavelmente terá vantagens no factor tempo porque evitas filas , e no gozo de andar de mota
Spritmonitor.de" border="0 Suzuki VStrom 650
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Outubro 09, 2019, 14:03:27, 14:03
Responder #24

JViegas

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 2394
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Confesso que em certas condições, para uso muito intenso (muitos km) tenho dúvida da economia das motas, seja pela diferença de preço do Diesel, seja pela durabilidade dos pneus, seja pela periodicidade das manutenções.
Provavelmente terá vantagens no factor tempo porque evitas filas , e no gozo de andar de mota

É isso mesmo companheiro.

A fluidez que se obtém, a economia "no tempo" despendido nas filas de trânsito, e desde que não sejam centenas de kms por dia, aliado ao prazer de conduzir em duas rodas são essas as razões pela escolha do motociclo em detrimento do enlatado.

Que não se pense que se economize bastante. O break-even em alguns modelos poderá não ser tão rápido.

Outubro 09, 2019, 14:04:41, 14:04
Responder #25

Sapiens21

  • Motociclista: 5 estrelas ❇❇❇❇❇

  • Offline
  • *****

  • 13980
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    Queira o bem. Faça o bem. O resto vem...
Indiscutivelmente, a não ser que falemos de determinadas 125cc (que aguentam fazer mais kms do que se pensa) ou mais uma ou outra moto de maior cilindrada no mercado, creio que a maioria não ficará tão económica assim numa comparação p.ex. com um utilitário.
Isto depende de alguns factores, naturalmente.

Mas o despacho que o motociclo dá e a própria economia de tempo, está assegurado.

A minha simples recomendação: talvez não seja bom fazer tantas continhas.
Digo eu... :)
"Pouco importa o julgamento dos outros. Os seres humanos são tão contraditórios que é impossível atender às suas demandas para satisfazê-los.
Tenha em mente simplesmente ser autêntico e verdadeiro."

Dalai Lama

Outubro 09, 2019, 14:09:17, 14:09
Responder #26

JViegas

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 2394
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Concordo:

Repara comprei um carro a gasolina em detrimento de uma carrinha a diesel que tinha porque os kms que fazia e os custos de revisão não justificavam manter a carrinha.

O carro (um utilitário "pequenino") foi mais barato do que alguns dos meus modelos favoritos de mota: Tracer, Teneré, Africa Twin, Scrambler, etc. etc.

Outubro 09, 2019, 17:35:43, 17:35
Responder #27

Rodrigues1

  • Motociclista: 3 estrelas ❇❇❇

  • Offline
  • ***

  • 1444
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Honda
  • Modelo Motociclo: CB500X
  • Localidade: Loures
3500 kms por mês ?????

Eu comprava um Smart a gasóleo.

4 Pneus custam menos que dois da NC e duram o dobro.

Só ganharás no prazer de conduzir uma mota porque de resto não vais economizar nada.
« Última modificação: Outubro 09, 2019, 17:37:43, 17:37 por Rodrigues1 »

Outubro 10, 2019, 10:00:20, 10:00
Responder #28

JViegas

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 2394
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Para ponto de referência:
Eu a conduzir todos os dias estou a fazer à volta de 400 kms por semana (apenas cidade de Lisboa e arredores), dá à volta de 1600 kms por mês.

À volta de 10/13€ (dependendo do custo da gasolina e do posto de abastecimento) faço cerca de 200 kms, sem que o traço passe a linha vermelha (cerca de 3 ou 4 litros).

A maxiscooter tem 300cc, dois em cima com tralha do trabalho de um e da escola da outra.

Este ano o percurso/horários são diferentes do ano passado logo estou a fazer mais kms. Prevejo um aumento nas despesas de combustíveis.

Como vês as contas, na minha opinião naturalmente, devem ser feitas quando a mota é "mais" do que andar ao fim-de-semana ou por passeio.

Logo a escolha do modelo, as suas características, o consumo, a manutenção, a agilidade e a forma como te encaixas nela deverá ser tida em conta se quiseres reduzir custos. É possível mas difícil.

Mas mais uma vez saliento que o prazer de conduzir e o tempo que se poupa nas deslocações (principalmente nas grandes cidades) é o maior beneficio que poderás retirar no uso de um motociclo.

Para além de se conhecerem algumas pessoas porreiras.  :cool:

Outubro 10, 2019, 10:15:07, 10:15
Responder #29

Raminhos

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 172
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Honda
  • Modelo Motociclo: Africa Twin 2019
  • Localidade: Lisboa
"Moro em Sintra e trabalho em Setúbal, pelo que faço 70km para cada lado" portanto estamos a falar de uma média diária de 140km.

Tendo isso em conta, a proposta do carro económico a Diesel dentro do valor do orçamento para a moto até pode (por ventura) ser financeiramente mais vantajoso. Contudo, existe um custo que não estão a ter em conta. O tempo. Só que o valor que se atribuí ao tempo é subjetivo.

Se te for igual chegar a casa às 19h ou às 20h30. Vai de carro.
Em dias de trânsito (se não forem todos os dias) a diferença de tempo deve ser absurda - carro vs mota.

Outra coisa a teres em consideração que acho que já referiram anteriormente.. numa utilização tão intensiva terás mesmo de gostar de andar de moto.

Vais apanhar chuva, frio, 197632 atrasados por dia. Não vai ser só ir do ponto A para o ponto B.

Outubro 10, 2019, 11:36:32, 11:36
Responder #30

JCSC

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 5
Isso dá mais de 400 euros por mês só em combustivel e portagens ?!!!
Eu optava por fazer um "esforço" ir de comboio ate à Expo e depois TST nº 562, visto que o comboio da fertagus só há de hora a hora, ou entao ver se conjugava com esse horario da Fertagus  ficava a "festa" por 40 euros.
Apenas a minha opiniao nao leve a mal...

Outubro 10, 2019, 15:26:17, 15:26
Responder #31

s.imperial

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 18
  • Marca Motociclo: Apeado
  • Modelo Motociclo: Apeado
  • Localidade: Rio de Mouro
Isso dá mais de 400 euros por mês só em combustivel e portagens ?!!!
Eu optava por fazer um "esforço" ir de comboio ate à Expo e depois TST nº 562, visto que o comboio da fertagus só há de hora a hora, ou entao ver se conjugava com esse horario da Fertagus  ficava a "festa" por 40 euros.
Apenas a minha opiniao nao leve a mal...

Pelas minhas contas dá entre 300€ a 400€, dependendo do meu pé no acelerador e nas portagens (ontem e.g. tive de ir pela A16, mais 1,20€ que o normal).

Experimentei um mês (emprestei o carro ao meu pai) e demoro 2h15 a chegar ao trabalho (correndo tudo bem). Um dia perdi o comboio (porque o 562 não me estava a dar para os meus horários) e demorei 3h30 a chegar a casa. Saí do trabalho às 17h, cheguei a casa às 20h30. Mais as 2h15 de manhã.

Perder quase tantas horas do dia em transportes como em trabalho é limitador. E como já referi algures, tenho sempre um saco de 40L comigo, mais PC e lancheira do almoço.

São 40€, certo, mas se contabilizar as minhas horas usando o que ganho à hora (já que tempo é "impagável" xD), perco uma "fortuna"... não consigo ir às compras, não consigo fazer o jantar para a namorada quando ela precisa, não tenho tempo para nada a ir de transportes e ainda tinha de andar carregada que nem uma mula (ainda faço 1,5km a pé desde o comboio do sado até ao emprego).
Também me é desmotivante saber que podia poupar uma fortuna, mas foi um mês horrível xD

E atenção, eu estudei na Caparica durante 4 anos a ir de transportes, mas isto é um outro nível.

Outubro 10, 2019, 15:31:24, 15:31
Responder #32

s.imperial

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 18
  • Marca Motociclo: Apeado
  • Modelo Motociclo: Apeado
  • Localidade: Rio de Mouro
"Moro em Sintra e trabalho em Setúbal, pelo que faço 70km para cada lado" portanto estamos a falar de uma média diária de 140km.

Tendo isso em conta, a proposta do carro económico a Diesel dentro do valor do orçamento para a moto até pode (por ventura) ser financeiramente mais vantajoso. Contudo, existe um custo que não estão a ter em conta. O tempo. Só que o valor que se atribuí ao tempo é subjetivo.

Exactamente. Eu não me importo de ficar a pagar o mesmo (idealmente não muito mais), se poupar tempo. Estou a demorar mais ou menos 1h30 para cada lado... se não apanhar nenhum acidente grande e isto escolhendo pagar mais portagem para fugir ao trânsito (A16, Ponte Vasco da Gama - por oposição a IC19, P25 de Abril). Nas férias (portanto comparável ao tempo da mota, se andar a filtrar filas) fazia 40~45min pra cada lado (30min se fosse muito bruta no acelerador). No mínimo dos mínimos, poupo 1 hora por dia, senão mais.


Eu comprava um Smart a gasóleo.

Um Smart não me vai consumir assim tanto menos que o meu carro, o tempo que demoro vai ser o mesmo nem vou poupar nas portagens... A não ser que comece a passar pelo meio do trânsito com o Smart (depois de ver uma Goldwing a passar no meio do carros, não percebo porque não poderia fazer o mesmo com o Smart...  :D :D )
« Última modificação: Outubro 10, 2019, 15:37:13, 15:37 por s.imperial »

Outubro 10, 2019, 16:37:13, 16:37
Responder #33

TMaxer

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 2580
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
O melhor é mudar a casa para Setubal  :D






Neste caso, penso que nem vale a pena estar a pensar muito.

A moto é para ser usada apenas nas deslocacoes casa-trabalho-casa por isso apenas interessa a parte racional. O facto da NC nao ser uma moto muito emotiva nao é nada importante... o que é importante sao os custos de uso e de manutencao da moto, e nisso a NC nao tem rival


As opcoes de 300 cc nao servem para o seu cenario, porque a utilizacao que faz é maioritariamente de AE e uma 300 em AE tem uma vmax à volta dos 150 mas a 120 ja vai a uma rotacao consideravel. E os espacos de manutencao de uma 300 sao curtos



Por isso, nao ha outra opcao sem ser a NC... tanto fará ir para uma nova como para uma usada, porque a fazer 3 mil Kms por mes, sao 36 mil por ano...ao fim de uns anos ja vai somar uma kilometragem impressionante que apenas pode fazer moca no valor comercial da moto porque esta vai continuar a somar kilometros sem problemas ou surpresas
Ducati Multistrada 1200S

Outubro 10, 2019, 17:09:05, 17:09
Responder #34

s.imperial

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 18
  • Marca Motociclo: Apeado
  • Modelo Motociclo: Apeado
  • Localidade: Rio de Mouro
e uma 300 em AE tem uma vmax à volta dos 150 mas a 120 ja vai a uma rotacao consideravel. E os espacos de manutencao de uma 300 sao curtos


Pois, de facto na 300 só tinha olhado para a velocidade máxima para decidir, essas duas informações são boas. Gracias!

Outubro 10, 2019, 17:13:13, 17:13
Responder #35

VCS

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 233
    • Offramp
  • Marca Motociclo: Vespa, Lambretta, Piaggio
  • Modelo Motociclo: GTS 300, Golden Special, X8
  • Localidade: Lisboa
O melhor é mudar a casa para Setubal  :D

Neste caso, penso que nem vale a pena estar a pensar muito.

A moto é para ser usada apenas nas deslocacoes casa-trabalho-casa por isso apenas interessa a parte racional. O facto da NC nao ser uma moto muito emotiva nao é nada importante... o que é importante sao os custos de uso e de manutencao da moto, e nisso a NC nao tem rival

As opcoes de 300 cc nao servem para o seu cenario, porque a utilizacao que faz é maioritariamente de AE e uma 300 em AE tem uma vmax à volta dos 150 mas a 120 ja vai a uma rotacao consideravel. E os espacos de manutencao de uma 300 sao curtos

Por isso, nao ha outra opcao sem ser a NC... tanto fará ir para uma nova como para uma usada, porque a fazer 3 mil Kms por mes, sao 36 mil por ano...ao fim de uns anos ja vai somar uma kilometragem impressionante que apenas pode fazer moca no valor comercial da moto porque esta vai continuar a somar kilometros sem problemas ou surpresas

X2

E atenção que nem todas as 300 dão 150, a minha GTS 300 não chega nem lá perto...