Autor Tópico: Viseiras espelhadas  (Lida 133 vezes)

Fevereiro 10, 2020, 20:04:20, 20:04
Lida 133 vezes

D4rkBull3t

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 4
  • Marca Motociclo: Yamaha
  • Modelo Motociclo: Mt07
  • Localidade: Leiria
Boas, não sei se é este o local correto para por esta questão mas gostava de saber qual a lei em relação às viseiras espelhadas. Estou a pensar trocar de capacete e o meu atual a típica viseira transparente. Sei que são as mais comuns mas estava interessado em adquirir um novo capacete, que viria com uma viseira espelhada em vez da habitual transparente. A minha única duvída seria se poderia arranjar problemas por ter e usar tal viseira?

Obrigado pela ajuda e boas voltas

Fevereiro 10, 2020, 20:13:53, 20:13
Responder #1

Sapiens21

  • Motociclista: 5 estrelas ❇❇❇❇❇

  • Offline
  • *****

  • 14995
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    Queira o bem. Faça o bem. O resto vem...
Existe um artigo muito interessante sobre o tema e que te convido a espreitar...


Deixo a parte que te interessará saber:  :nice:

"(....) É permitida a utilização de viseiras escuras nos capacetes?

Apesar de a resposta certa para questão 515 do exame de código para carta de mota - “A cor da viseira do capacete de um motociclista deve:” – ser “A clara pois as outras não são autorizadas”, a verdade é que não é bem assim!

O Código da Estrada não refere nada sobre viseiras nem sobre as características do capacete, referindo apenas que o modelo deve ser oficialmente aprovado. Ou seja, assumimos nós, que um capacete aprovado que integre já uma viseira mais escura deve ser legal."(....)


"(....)Mas quais são as regras de homologação seguidas?

O Regulamento n.º 22 da UNECE sobre disposições uniformes relativas à homologação de capacetes de protecção e viseiras diz que: “As viseiras devem ter uma capacidade de transmissão luminosa tv ≥ 80% relativamente à norma de iluminação D65. São permitidas também viseiras com uma transmissão de 80% > tv ≥ 50%, com a indicação «DAYTIME USE ONLY».

Diz ainda que: “As viseiras devem ser suficientemente transparentes, não causar distorções significativas de objectos, devem ser resistentes à abrasão, resistentes ao choque e não devem contribuir para qualquer confusão com as cores utilizadas na sinalização e nos sinais.” Neste caso, esta informação é importante para quem quer adquirir viseiras extra, espelhadas ou mais escuras, que podem fazer parte dos acessórios do capacete, mas não serem permitidas em Portugal. (....)"


LINK: https://www.andardemoto.pt/opinioes/34574-as-regras-sao-para/
"Pouco importa o julgamento dos outros. Os seres humanos são tão contraditórios que é impossível atender às suas demandas para satisfazê-los.
Tenha em mente simplesmente ser autêntico e verdadeiro."

Dalai Lama

Fevereiro 10, 2020, 20:54:22, 20:54
Responder #2

Nuno YB

  • Motociclista: 3 estrelas ❇❇❇

  • Offline
  • ***

  • 846
  • Marca Motociclo: Yamaha
  • Modelo Motociclo: BT1100 Bulldog
  • Localidade: Evora
A lei sobre as viseiras dos capacetes, á semelhança de tantas outras coisas em Portugal, é muito vaga.

Vê-se diariamente viseiras fumadas ou espelhadas ( iridium ) por esse país fora e nunca vi ninguem ser multado por isso. O máximo que já vi foi, numa operação stop a caminho do Faro há alguns anos atrás, um agente mais zeloso dar volta aos capacetes á procura nem sei bem de quê... talvez a certificação CE, mas ele não especificou o que estava á procura.
É basicamente como a homologação P/J, dos capacetes modulares. Se noutros países isso interessa, e muito, em Portugal poucos devem ser os agentes da autoridade que sabem sequer o que é isso... apesar de ser uma norma europeia.

Por acaso, já pensei em comprar uma fumada, mas só tenho um capacete integral que uso de dia e de noite. Ora, de verão, com os dias bastante longos, consegues sair de casa de dia, passar grande parte do dia na estrada e voltar ainda de dia. Já de Inverno, sais de dia, passas uma parte do dia na estrada mas se te demoras um bocadinho, é de noite e ficas ás escuras. Além disso, os "óculos" basculantes que vêm com o capacete minimizam a incidencia do sol e posso recolhe-lhos quando começa a escurecer. É que andar a trocar constantemente de viseira, consoante a luminosidade... acaba por ser chato.

Lá mais para o Verão estou a pensar em adquirir outro capacete integral, nessa altura talvez mande vir uma para o meu HJC. Deste modo, posso usar o HJC de Verão ( o dia todo ) ou de Inverno ( quando estiver num horário que me permita sair de dia e chegar a casa de dia ) e o outro quando quiser, sem limitações a nivel de luminosidade ( ou falta dela ).

Fevereiro 10, 2020, 22:10:59, 22:10
Responder #3

D4rkBull3t

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 4
  • Marca Motociclo: Yamaha
  • Modelo Motociclo: Mt07
  • Localidade: Leiria
Existe um artigo muito interessante sobre o tema e que te convido a espreitar...


Deixo a parte que te interessará saber:  :nice:

"(....) É permitida a utilização de viseiras escuras nos capacetes?

Apesar de a resposta certa para questão 515 do exame de código para carta de mota - “A cor da viseira do capacete de um motociclista deve:” – ser “A clara pois as outras não são autorizadas”, a verdade é que não é bem assim!

O Código da Estrada não refere nada sobre viseiras nem sobre as características do capacete, referindo apenas que o modelo deve ser oficialmente aprovado. Ou seja, assumimos nós, que um capacete aprovado que integre já uma viseira mais escura deve ser legal."(....)


"(....)Mas quais são as regras de homologação seguidas?

O Regulamento n.º 22 da UNECE sobre disposições uniformes relativas à homologação de capacetes de protecção e viseiras diz que: “As viseiras devem ter uma capacidade de transmissão luminosa tv ≥ 80% relativamente à norma de iluminação D65. São permitidas também viseiras com uma transmissão de 80% > tv ≥ 50%, com a indicação «DAYTIME USE ONLY».

Diz ainda que: “As viseiras devem ser suficientemente transparentes, não causar distorções significativas de objectos, devem ser resistentes à abrasão, resistentes ao choque e não devem contribuir para qualquer confusão com as cores utilizadas na sinalização e nos sinais.” Neste caso, esta informação é importante para quem quer adquirir viseiras extra, espelhadas ou mais escuras, que podem fazer parte dos acessórios do capacete, mas não serem permitidas em Portugal. (....)"


LINK: https://www.andardemoto.pt/opinioes/34574-as-regras-sao-para/

Obrigado pelo artigo, por acaso já o tinha lido, mas como tinha ficado com algumas dúvidas pensei em perguntar. Acho que é msm uma questão de sorte, mas se a viseira vem com o capacete e respeita o 22.05, deve ser legal. Obrigado, sempre tira umas duvidas

Fevereiro 10, 2020, 22:15:14, 22:15
Responder #4

D4rkBull3t

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 4
  • Marca Motociclo: Yamaha
  • Modelo Motociclo: Mt07
  • Localidade: Leiria
A lei sobre as viseiras dos capacetes, á semelhança de tantas outras coisas em Portugal, é muito vaga.

Vê-se diariamente viseiras fumadas ou espelhadas ( iridium ) por esse país fora e nunca vi ninguem ser multado por isso. O máximo que já vi foi, numa operação stop a caminho do Faro há alguns anos atrás, um agente mais zeloso dar volta aos capacetes á procura nem sei bem de quê... talvez a certificação CE, mas ele não especificou o que estava á procura.
É basicamente como a homologação P/J, dos capacetes modulares. Se noutros países isso interessa, e muito, em Portugal poucos devem ser os agentes da autoridade que sabem sequer o que é isso... apesar de ser uma norma europeia.

Por acaso, já pensei em comprar uma fumada, mas só tenho um capacete integral que uso de dia e de noite. Ora, de verão, com os dias bastante longos, consegues sair de casa de dia, passar grande parte do dia na estrada e voltar ainda de dia. Já de Inverno, sais de dia, passas uma parte do dia na estrada mas se te demoras um bocadinho, é de noite e ficas ás escuras. Além disso, os "óculos" basculantes que vêm com o capacete minimizam a incidencia do sol e posso recolhe-lhos quando começa a escurecer. É que andar a trocar constantemente de viseira, consoante a luminosidade... acaba por ser chato.

Lá mais para o Verão estou a pensar em adquirir outro capacete integral, nessa altura talvez mande vir uma para o meu HJC. Deste modo, posso usar o HJC de Verão ( o dia todo ) ou de Inverno ( quando estiver num horário que me permita sair de dia e chegar a casa de dia ) e o outro quando quiser, sem limitações a nivel de luminosidade ( ou falta dela ).

A maior parte da minha condução é durante o dia, o que não seria tão necessário mudar de viseira consoante a altura do dia. Acho que vou mesmo optar pelo capacete com a viseira espelhada, não acredito muito que dê algum problema, no pior dos casos talvez um aviso que deveria mudar para uma clara. Muito obrigado pela ajuda, é uma comunidade fantástica

Fevereiro 10, 2020, 22:16:42, 22:16
Responder #5

2low

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 3243
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Triumph
  • Modelo Motociclo: Sprint ST 1050 ABS (2006)
  • Localidade: Almada
Acima de tudo há que haver bom senso mas na prática só um tolo se mete a conduzir à noite com uma viseira escura...

Sobre esta temática e como referência acho ainda que se pode aproveitar o que diz a lei sobre películas de escurecer os vidros dos automóveis:

"Respeitem o fator de transmissão luminosa definido por lei"
https://www.e-konomista.pt/vidros-escurecidos/

 :convivio:


"É tudo uma cambada de pobretana [peço desculpa se ofendi alguém mas estava só a expressar a minha opinião]"
Obrigado Svitre pela ideia. :P