Autor Tópico: Carta A para "pernas curtas" e apenas carta de carro  (Lida 1195 vezes)

Novembro 21, 2020, 22:01:26, 22:01
Lida 1195 vezes

MPinto

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 9
  • Marca Motociclo: apeado
  • Modelo Motociclo: apeado
  • Localidade: Porto
Boas,

Eu sou uma pessoa a que se pode chamar de pernas curtas ou bem curtinhas no meu caso, apenas 1,59m de altura. Mas como sempre tive uma paixão por motas grandes sempre considerei comprar uma 125 ou tirar a A2 um desperdício de dinheiro pois o meu objetivo sempre foi tirar a A.
Com esse objetivo na cabeça este ano tudo se alinhou e consegui finalmente inscrever-me na escola de condução, passado pouco tempo codigo feito, e até aqui tudo bem. O pior começou na minha primeira aula prática, onde desde logo o meu instrutor me incentivou a desistir alegando que eu não podia com a mota (é umaSV650 são 200kg, quem é que pode com esse peso?), mas eu teimosa como sempre concordei com ele que não podia com a mota, mas que não ia desistir sem tentar.
 Como nunca tinha conduzido nenhuma mota propus-lhe começarmos na 125 e conforme a minha evolução depois passar para a 500 e só dps para a 650.
Fiz 6 aulas na 125, o que considero que até correram bem, cheguei à sexta aula a fazer os oitos direitos com os piscas e tudo (por isso considero uma boa evolução), no final da aula propus ao meu instrutor que a próxima aula fosse na 500, ao ouvir isso voltou a conversa que eu não ia conseguir, mas mais uma vez fui teimosa e insisti.

Hoje foi a 7° aula e antes da aula começar voltou o discurso motivador, escusado será dizer que se já estava nervosa ai da fiquei pior. Mas a aula lá foi correndo e até estava a correr bem (apesar do percurso escolhido pelo instrutor, no meio da cidade em pela hora de ponta, com muitos arranques e paradas em subidas e descidas) mas um pequeno percalço numa subida mais íngreme com uma paragem brusca e mota no chão  :animated-smileys-angry-049: (já no finalzinho da aula  :() e para meu azar partiu parte do manipulo do travão.

O meu instrutor todo chateado disse que me tinha avisado e que agora tinha de pagar o prejuízo da mota, o que não acho correto, visto q a escola me disse que tinha seguro para estas situações.

Já estive a ler a regulamentação mas infelizmente não encontro nada concreto sobre este assunto dos seguros, pois se vamos para uma escola é para aprender ninguém é obrigado a saber andar antes de lá chegar para tirar determinada categoria.

Queria saber se algum de vocês sabe como me posso defender,  pois queria tirar a carta e não queria que fosse um instrutor de mal com a vida me impedisse porque agora tem de ensinar e não está habituado.

Peço desculpa pelo imenso texto, mas a frustração apoderou-se de mim

Novembro 21, 2020, 22:56:15, 22:56
Responder #1

pjmartinho

  • Motociclista: 3 estrelas ❇❇❇

  • Offline
  • ***

  • 1302
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Honda
  • Modelo Motociclo: ST1100
  • Localidade: Por aí...
Queria saber se algum de vocês sabe como me posso defender,  pois queria tirar a carta e não queria que fosse um instrutor de mal com a vida me impedisse porque agora tem de ensinar e não está habituado.

Mudar de escola de condução.

Agora talvez seja tarde pois, provavelmente já houve pagamentos feitos mas logo na primeira conversa (des)motivadora a mudança de escola teria sido a melhor opção.

Novembro 22, 2020, 00:17:04, 00:17
Responder #2

Sapiens21

  • Motociclista: 5 estrelas ❇❇❇❇❇

  • Offline
  • *****

  • 17193
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Texto Pessoal
    Queira o bem. Faça o bem. O resto vem...
Quando li esta parte...

"O pior começou na minha primeira aula prática, onde desde logo o meu instrutor me incentivou a desistir(...)"

...pensei logo para mim que a coisa estava a correr mal logo a partir do instrutor.

Que raio de pessoa é essa que (pelo que percebi o fez de forma constante ao longo de dias) promove num instruendo esse desconforto e o manda abaixo com essa carga de desmotivação??

Dou-te os parabéns pela forma franca como expões a questão e o que tens passado, mas como sugerido anteriormente....muda mas é de Escola de Condução o quanto antes.

E não te preocupes, pois quando tirares a carta existem umas quantas motos de banco mais baixo e que podem estar dentro daquilo que procuras e te irão dar a confiança para usar no dia-a-dia.

Mas por agora, vê se é possível mudar de Escola e alegando precisamente essa abordagem (errada e sistemática) que te é feita.
"Pouco importa o julgamento dos outros. Os seres humanos são tão contraditórios que é impossível atender às suas demandas para satisfazê-los.
Tenha em mente simplesmente ser autêntico e verdadeiro."

Dalai Lama

Novembro 22, 2020, 00:33:50, 00:33
Responder #3

MotardFeio

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 432
  • Marca Motociclo: CBR
  • Modelo Motociclo: XX
  • Localidade: Margem Sul
Não te sei ajudar, mas consulta a DECO.

E esse instrutor é uma besta...

Pedes é para mudar imediatamente de instrutor!
Sombra, Saúde e "não vamos ferir susceptibilidadezinhas"...
Que deus não pode dar tudo!!!

A tua liberdade acaba onde começa a minha

Novembro 22, 2020, 11:04:48, 11:04
Responder #4

MPinto

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 9
  • Marca Motociclo: apeado
  • Modelo Motociclo: apeado
  • Localidade: Porto
Agradeço as vossas respostas.

Eu já estou a tratar saber se é possível mudar de escola, e se não perco o dinheiro todo nesta, se ficam apenas com o dinheiro da parte teórica e destas 7aulas.

Mas o que me mete mais confusão é a questão das quedas e ter de pagar os arranjos, será nunca ninguém caiu nas aulas de condução? Serei assim um caso tão raro? Porque sei que a probabilidade de deixar a mota tombar a treinar os 8 é muito elevada.

Infelizmente eu devia ter feito o que vocês dizem e logo na primeira aula ter mudado de escola para uma que não visse a minha altura como um impedimento, mas queria tanto esfregar na cara do instrutor que afinal conseguia que tentei aminha sorte.

Agora quero é esclarecer bem isto do seguro pois vou exigir o livro de reclamações e queria deixar tudo escrito.

Novembro 22, 2020, 12:03:07, 12:03
Responder #5

TMaxer

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 3151
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Boas

A vida é demasiado curta para passasres ao lado do teu desejo de ter carta de moto. Conheço várias pessoas que são baixas e tem motos e rolam sem problemas. Tens o caso dos orientais que tem a estatura muito menor do que nos Ocidentais e por la o uso da moto e endémico.

E certo que a altura e uma condicionante, não tanto a de teres 1,59 mas a altura do “inseam” que e a altura do pé a coxa interior. Ao comprares e ainda andes de testar terás de ver se a altura do banco ao chão se aproxima dessa medida. Em caso negativo, podes sempre morar um kit de rebaixamento específico para o modelo.


Penso que para já precisas recuperar a confiança, todos aqui já deixamos cair a moto, algumas vezes em circunstâncias ridículas... aliás eu já caminho há quase meio século e prático bastante todos os dias e de vez em quando ainda tropeço  :D.... agora e voltar para cima da moto o quanto antes,

se tiveres um par de botas com plataforma ou uma sola grossa, leva-as calçadas pois esses poucos centímetros de sola ajudarão bastante a equilibrares a moto parada.

Outro truque e que apenas precisas de usar um pé quando tens a moto parada. Ao parares engrena logo a 1a e coloca o pé esquerdo no chão e desloca mesmo o teu corpo para esse lado, mantendo a moto também muito ligeiramente tombadada para a esquerda, o pé direito vai ficar no ar, deixa-o em cima do travão. A moto fica controlada e estável, só não a deixes inclinar para o teu lado direito.


Penso que já percebeste que o teu instrutor não tem o discurso motivador nem transmite a confiança que se impunha. Infelizmente na vida temos muitas vezes de conviver com este tipo de pessoas medíocres e incompetentes que para abreviarem o seu trabalho não tem escrupulos de destruir os sonhos dos outros. Não sei se será fácil ou não trocar de escola mas pensa que vais conseguir ultrapassar estas circunstâncias e quanto tiveres o papel na mão, o seu significado será estares habilitada e teres vencido uma adversidade

Boa sorte

Ducati Multistrada 1260S

Novembro 22, 2020, 12:27:30, 12:27
Responder #6

NFRod

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Online
  • **

  • 282
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Bem vinda,

Eu caí no dia do exame quando andava a fazer a volta de reconhecimento e a testar a mota com que ia a exame (uma história que já partilhei aqui pelo fórum) e ele também me deu a entender que se tivesse partido alguma coisa que tinha de pagar. Isto caso não fosse falha mecânica. Tambem não percebi bem mas na altura com a dor que tinha do joelho e com o exame ainda por fazer preferi não me preocupar nem questionar muito. Talvez sejam letras pequeninas não sei.

Acho que se queres carta A deves continuar a tentar. A estatura se calhar não ajuda mas um dia fui fazer a revisão e vi um rapaz baixinho a chegar numa Africa Twin como se fosse uma bicicleta. Diria que o hábito é importante para conseguires fazer umas coisas melhor para depois conseguires adaptar outras. É como fazer o ponto de embreagem, eu ao início tinha dificuldade agora já não tenho de pensar muito no assunto. Muita confiança também não é bom que mais dia ou menos dia dá queda certa. Como me aconteceu a sair da garagem cof...

Acho que tens outra alternativa que é tirares a carta A2 compras uma mota A limitada a A2 habituaste a bicha e depois deslimitas e propões-te a exame A com a tua mota. Gastas dinheiro do exame e da nova carta mas é sempre uma alternativa a ter em conta acho.

Novembro 22, 2020, 20:28:15, 20:28
Responder #7

cris_santos

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 18
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: apeado
  • Modelo Motociclo: apeado
  • Localidade: Ponte da Barca
Agradeço as vossas respostas.

Eu já estou a tratar saber se é possível mudar de escola, e se não perco o dinheiro todo nesta, se ficam apenas com o dinheiro da parte teórica e destas 7aulas.

Mas o que me mete mais confusão é a questão das quedas e ter de pagar os arranjos, será nunca ninguém caiu nas aulas de condução? Serei assim um caso tão raro? Porque sei que a probabilidade de deixar a mota tombar a treinar os 8 é muito elevada.

Infelizmente eu devia ter feito o que vocês dizem e logo na primeira aula ter mudado de escola para uma que não visse a minha altura como um impedimento, mas queria tanto esfregar na cara do instrutor que afinal conseguia que tentei aminha sorte.

Agora quero é esclarecer bem isto do seguro pois vou exigir o livro de reclamações e queria deixar tudo escrito.

Olá sejas bem vinda ....  :welcome:

Neste assunto eu não te posso ajudar mas como disse um colega pede ajuda na DECO. Se numa aula de condução de carro por uma infelicidade tiveres um acidente o seguro do carro não é para isso mesmo, se bem que aqui seja somente uma queda não um acidente. Tenta te informar melhor e sim se perderes o dinheiro tenta antes mudar de instrutor se não na pior das hipóteses perdes o dinheiro das aulas praticas e muda de escola.
Cris Santos

Novembro 23, 2020, 04:59:11, 04:59
Responder #8

bal4av

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 92
  • Marca Motociclo: apeado
  • Modelo Motociclo: apeado
  • Localidade: Aveiro
Acho que para começar uma reclamação no livro de reclamações está na ordem do dia.
Ainda procurei mas não não encontro um vídeo de uma rapariga pela tua estatura a pilotar uma GS1250. Sim é possível! Não digo que seja o que deve fazer mas já muitas motos que puderes pilotar.
Na escola, propõe mudar de instrutor e se não aceitarem faz outra reclamação no livro e exige devolução da parcela que corresponde à condução e passagem de processo para outra escola.
A obrigação deles é ensinar técnicas que possas usar no teu dia a dia!
Espero que tenhas sorte e persistência suficiente para cumprir o teu sonho!

Sim é possível!

Enviado do meu MI 9 através do Tapatalk


Novembro 23, 2020, 10:19:07, 10:19
Responder #9

MPinto

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 9
  • Marca Motociclo: apeado
  • Modelo Motociclo: apeado
  • Localidade: Porto
Citar
Penso que para já precisas recuperar a confiança, todos aqui já deixamos cair a moto, algumas vezes em circunstâncias ridículas... aliás eu já caminho há quase meio século e prático bastante todos os dias e de vez em quando ainda tropeço  :D.... agora e voltar para cima da moto o quanto antes

Não penso de todo desistir, já comecei a esclarecer questões com outra escola e como posso tratar da transferência.  Pelo que li na legislação a escola atual em caso de transferência é obrigada a reembolsar o valor remanescente das aulas que faltam e o valor do exame prático.


Citar
    Acho que para começar uma reclamação no livro de reclamações está na ordem do dia.

Acabei de falar com a minha atual escola e já exigi o livro de reclamações eletrónico, e não se livram de ter lá tudo escrito.

Citar
Neste assunto eu não te posso ajudar mas como disse um colega pede ajuda na DECO

Sobre este assunto do seguro vou questionar a deco, embora já tenha tentado obter informações junto do IMT também ( mas ainda sem resposta)

Mais uma vez agradeço todo o apoio e incentivo de todos

Novembro 23, 2020, 10:59:52, 10:59
Responder #10

lferreira

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 106
  • Marca Motociclo: Ducati
  • Modelo Motociclo: MS 950S
  • Localidade: Lisboa
...
Ainda procurei mas não não encontro um vídeo de uma rapariga pela tua estatura a pilotar uma GS1250. Sim é possível! Não digo que seja o que deve fazer mas já muitas motos que puderes pilotar.
...
Espero que tenhas sorte e persistência suficiente para cumprir o teu sonho!



Enviado do meu MI 9 através do Tapatalk

Tb procurei um video de uma rapariga a montar/ desmontar e a conduzir uma Multistrada Enduro, mas já ñ sei onde vi!  :(  Pode-se dizer que a cabeça dela pouco passava do depósito e quando parava, só ficava com a pontinha de um pé, tal e qual uma bailarina a dançar em pontas o Lago dos cisnes!  :D
Por isso, devem haver "N" situações de pessoas com perna mais curta e com motas de maior porte!
Tudo irá na destreza, treino e persistência, segue as dicas que a malta te tem estado a dar, tanto a nível de calçado e técnicas de condução, como aos procedimentos para com a escola!
Não desistas desse sonho!!

Novembro 23, 2020, 11:37:07, 11:37
Responder #11

pjmartinho

  • Motociclista: 3 estrelas ❇❇❇

  • Offline
  • ***

  • 1302
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Honda
  • Modelo Motociclo: ST1100
  • Localidade: Por aí...

Novembro 23, 2020, 13:18:24, 13:18
Responder #12

TMaxer

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 3151
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Em Brasília há um casal que a senhora um multistrada e ela e bem baixa
Ducati Multistrada 1260S

Novembro 23, 2020, 13:29:36, 13:29
Responder #13

ThatsMe

  • Motociclista: 3 estrelas ❇❇❇

  • Offline
  • ***

  • 816
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Kawasaki
  • Modelo Motociclo: Versys 1000 SE GT
  • Localidade: Porto
Fico triste sempre que leio histórias destas, só mostra que em todas as profissões há muitos maus profissionais.

Acho que, como já foi dito, deves pedir transferência dessa escola e escrever tudo no livro de reclamações.

Um amigo meu é muito baixo, diria que não tem muito mais de 1.60m, teve uma TRK 502 com 800mm de altura ao solo, e tem agora uma R1250GSA com baixo rebaixado. Chega apenas com as pontinhas dos pés ao chão mas acreditem que faz da mota gato sapato.

Quando entrares numa escola digna de seu nome vais ver que o caso muda de figura.
« Última modificação: Novembro 23, 2020, 13:36:44, 13:36 por ThatsMe »

Novembro 24, 2020, 14:06:31, 14:06
Responder #14

Rodrigues1

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 2071
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Localidade: Loures
É diferente apanhar o jeito com motas altas depois de termos prática do que andar nas primeiras aulas com uma mota estranha e pesada.

O que mais incomoda nas aulas é termos de travar de repente e nem há tempo de reação para pensarmos qual o melhor pé a colocar no chão, daí o haver muitas quedas paradas.

O seguro para motociclos para as escolas de condução é muito caro, não sei quanto é agora mas em 2008 era de 2600 € por ano, o mais certo é 90% das escolas não terem esse seguro por isso é que essa besta do instrutor tenta de alguma forma desmotivar a aluna a desistir da carta A o que implica ter de andar na 650 cujos estragos são mais dispendiosos.

Se a escola tiver mais do que um instrutor pode pedir para mudar de instrutor mas se tiver apenas um terá mesmo de pedir o livro de reclamações e mudar de escola o mais breve possível e de preferência escolha uma que tenha uma CB500 para carta A que são mais baixas e dóceis de conduzir.

Boa sorte e não desista
« Última modificação: Novembro 24, 2020, 14:27:44, 14:27 por Rodrigues1 »

Novembro 24, 2020, 17:36:03, 17:36
Responder #15

JViegas

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 3235
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Para além do que disseram os nossos companheiros, a minha opinião:

Sim podes reclamar.
Às seguintes instituições:

•Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) – autoridade administrativa nacional especializada no âmbito da segurança alimentar e da fiscalização económica. O site disponibiliza formulários específicos para apresentar queixas e denúncias, bem como ajuda no preenchimento correto do Livro de Reclamações.
•Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) – certifica os profissionais dos transportes terrestres e promove a habilitação dos condutores, reconhece, licencia e supervisiona as entidades formadoras e examinadoras sujeitas à sua supervisão, define as políticas de formação, garante e fiscaliza a sua aplicação; define as condições da emissão, revalidação, troca e apreensão de títulos de condução e certificados profissionais.
•Polícia de Segurança Pública – caso seja pedido um valor "extra" para o aluno aprovar no exame de condução, trata-se de um suborno. Essa prática constitui um crime e deve ser participada às autoridades.

fonte: https://www.deco.proteste.pt/auto/automoveis/dossies/escolas-e-carta-de-conducao-o-que-deve-saber/reclamar-das-escolas-de-condução

Também existe o livro de reclamações on-line: https://www.livroreclamacoes.pt/inicio

No entanto reclamar o quê?
Que o instrutor referiu o que referiu? Que o aluno não conseguia conduzir uma mota maior, que a aluna a conduziu, deixo-a cair e que o mesmo disse que tinha que pagar do bolso dele
Não penso que seja razão plausível.

Será razão para reclamar se não existir seguro. Isso sim.
Mas isso será se for possível confirmar.
Nada como enviar por escrito o que sucedeu à direção da escola e questionar a mesma sobre a existência do seguro.

Penso que após uma 7ª aula de condução ir para o transito "no meio da cidade em pela hora de ponta, com muitos arranques e paradas em subidas e descidas" com uma mota de maior cilindrada e mais pesada, sendo a primeira vez que ia conduzir a mesma não terá sido a melhor ideia.

No entanto cabe ao instrutor avaliar se o seu aluno tem condições ou não de manobrar uma mota nestas condições.

O cair com a mota acontece a qualquer um durante a realização de uma aula de condução.
Se é o instrutor que paga o arranjo ou a escola, isso não interessa ao aluno.

O que é preciso é que o aluno saiba que conduz uma mota que em caso de acidente (caiu nesta situação) que implique danos maiores, como por exemplo: hospitalização do aluno, se o mesmo terá assistência necessária por parte do seguro.

E isso é importante saber.
« Última modificação: Novembro 24, 2020, 17:43:13, 17:43 por JViegas »

Novembro 24, 2020, 18:15:37, 18:15
Responder #16

bal4av

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 92
  • Marca Motociclo: apeado
  • Modelo Motociclo: apeado
  • Localidade: Aveiro
Reclamar sim por pressão psicológica negativa e que pode muito bem ter estado na origem da falta de confiança e conforto para pilotar um motociclo de maior cilindrada e por conseguinte de maior peso.
Reclamar quando há desrespeito por um cliente! Sim tem bases para reclamar! Não cabe a qualquer instrutor dizer se pessoa A ou B, com esta ou aquela características tem ou não capacidade de conduzir seja que veículo for. Para isso é que oferecem um atestado médico que indica a plena capacidade ou limitações para conduzir determinado veículo.
Salvo erro, e aqui não tenho absoluta certeza, é possível a carta ser tirada com veículo próprio caso a escola não disponha de veículo adequado a determinada condição do aluno.
Uma reclamação bem estruturada e fundamentada no livro de reclamações serve e muito!

Enviado do meu MI 9 através do Tapatalk


Novembro 25, 2020, 11:47:43, 11:47
Responder #17

Rodrigues1

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 2071
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Localidade: Loures
Este caso aconteceu em 2010 e demorou 9 anos a ser resolvido ou seja desde 2001

É sempre complicado tratar deste assuntos a bem com as escolas de condução principalmente aquelas que não têm seguro e não são poucas.

https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/escola-de-conducao-paga-por-acidente

Novembro 25, 2020, 22:18:23, 22:18
Responder #18

jetsetwilly

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 43
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Kymco
  • Modelo Motociclo: Xciting 400i ABS
  • Localidade: Lisboa
Não desista.
Esse instrutor é um anormal.
Há varias soluções para as pernas curtas.
Eu fiz exame numa 500.
Não é ser preciso mais, acho.

Isso não faz qualquer sentido.
Reclame !

PF

Novembro 25, 2020, 22:37:48, 22:37
Responder #19

FilipeC

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Online
  • **

  • 52
  • Marca Motociclo: Yamaha
  • Modelo Motociclo: Xmax 125
  • Localidade: Oeiras
Aconselho uma sessão na escola da Honda. Não me canso de aconselhar esta solução pois a progressão é faseada e aprende se à séria. Quando lá fui, havia duas pessoas que já tinham tirado a carta e o instrutor disse preto no branco que nem de PCX de lá saíam. Gostassem ou não, ouviram a verdade e qualquer pessoa que tenha assistido à sessão sabe que ele tinha razão. A vontade é muita, ok. Então trabalha o que for necessário para aprender porque andar de mota não é brincadeira. Se o instrutor foi parvo na abordagem é talvez porque não sabe melhor. Não significa que devas desistir. Força nisso e segurança primeiro.

Janeiro 01, 2021, 23:10:02, 23:10
Responder #20

MPinto

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 9
  • Marca Motociclo: apeado
  • Modelo Motociclo: apeado
  • Localidade: Porto
Bem, venho atualizar este tópico...

Acontece que efetivamente pedir o livro de reclamações tem um poder enorme, e dizer que se conhece a legislação que regulamenta as escolas de condução ainda mais  ;D Após ter ligado para a escola a exigir o livro de reclamações e a troca de instrutor, explicando detalhadamente o que se passou, não demorou nem 24h a ter o próprio diretor da escola a ligar-me para ouvir a minha versão dos factos e para falarmos pessoalmente antes de escrever qualquer coisa no livro de reclamações.

Findada a conversa, ele deu-me toda a razão e concordou que o meu instrutor já nem devia dar instrução (acontece que o meu instrutor é simplesmente o dono de todo do grupo das escolas de condução e tem "apenas" 84 anos  :???:) pelo que acordamos que seria agora ele a dar-me as aulas.

Agora já fiz 3 aulas com o diretor da escola e posso simplesmente dizer que finalmente alguém decidiu ensinar, a qualidade do ensino melhorou substancialmente, este na primeira aula disse logo "pensava que eras mais baixa, afinal chegas perfeitamente com os pés nos chão, não precisas de apoiar os dois, só podes apoiar um de qualquer maneira"

 Este efetivamente ensina, fiz uma aula na CB500 e agora estas duas últimas já foram na SV650... e a SV650 conduz-se muito melhor que a CB500  :stuck_out_tongue_winking_eye: parece mais leve e mais baixa apesar de não o ser, é uma maravilha nas curvas  :smiley:

O meu calcanhar de aquiles está a ser os oitos que ainda não os consegui fazer apenas na largura da estrada  :animated-smileys-angry-049: :animated-smileys-angry-049: mas sei que com treino (muito treino) a coisa há-de ir....

Agradeço todo o incentivo recebido por todos  :tirarchapeu:

Janeiro 01, 2021, 23:21:45, 23:21
Responder #21

MotardFeio

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 432
  • Marca Motociclo: CBR
  • Modelo Motociclo: XX
  • Localidade: Margem Sul
Boa!!!  Agora é practicar e queimar gasolina!!! Venha de lá essa carta!
Sombra, Saúde e "não vamos ferir susceptibilidadezinhas"...
Que deus não pode dar tudo!!!

A tua liberdade acaba onde começa a minha

Janeiro 01, 2021, 23:39:13, 23:39
Responder #22

bal4av

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 92
  • Marca Motociclo: apeado
  • Modelo Motociclo: apeado
  • Localidade: Aveiro
Fico feliz por ver esta história ir a bom porto. Agora é aplicares-te, tirar a carta e ser muito bem-vinda ao mundo motociclístico!
Abraço e bom ano!

Enviado do meu MI 9 através do Tapatalk


Janeiro 02, 2021, 10:51:00, 10:51
Responder #23

Rodrigues1

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 2071
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Localidade: Loures
Raramente ensinam como fazer o 8 correctamente.

Experimente fixar o olhar no centro da circunferência da curva e nunca olhe para a mota enquanto curva.

Trabalhe com a embreagem sem usar o punho do acelerador

Boa sorte

Janeiro 02, 2021, 11:32:45, 11:32
Responder #24

JViegas

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 3235
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Fico contente que se tenha tudo resolvido pelo melhor.
Agora é praticar, praticar e praticar.
Boa sorte.

Janeiro 02, 2021, 11:36:01, 11:36
Responder #25

ThatsMe

  • Motociclista: 3 estrelas ❇❇❇

  • Offline
  • ***

  • 816
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
  • Marca Motociclo: Kawasaki
  • Modelo Motociclo: Versys 1000 SE GT
  • Localidade: Porto
Que ótimas notícias!

Agora vais ver que em cada aula que passa, mais te sentes à vontade com a mota.

Uma dica para os outros: Não tenhas medo de acelerar mais um bocado. O principal problema dessa manobra é a perda de equilíbrio, e às vezes basta aumentares 1km/h que faz logo toda a diferença.

Janeiro 02, 2021, 13:07:40, 13:07
Responder #26

bal4av

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 92
  • Marca Motociclo: apeado
  • Modelo Motociclo: apeado
  • Localidade: Aveiro
Que ótimas notícias!

Agora vais ver que em cada aula que passa, mais te sentes à vontade com a mota.

Uma dica para os outros: Não tenhas medo de acelerar mais um bocado. O principal problema dessa manobra é a perda de equilíbrio, e às vezes basta aumentares 1km/h que faz logo toda a diferença.
É como o companheiro diz. Um pouco mais de acelerador e um cheirinho de travão traseiro. Num instante apanhas a manobra! Força nisso!

Enviado do meu MI 9 através do Tapatalk


Janeiro 11, 2021, 20:09:13, 20:09
Responder #27

CRFernandes

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 4
  • Sexo
    Feminino

    Feminino
  • Marca Motociclo: Suzuky Intruder Vs 800
  • Modelo Motociclo: Intruder VS 800 GLP
  • Localidade: Montijo
Testemunhos destes inspiram para não desistir e continuar sempre em frente. Debato-me com o mesmo problema de altura e a agravante de efectivamente ter conduzido uma mota pela primeira vez na escola de condução (absolutamente inexperiente... ). Iniciei numa 125 ... por sugestão do instrutor (que felizmente é calmo, paciente e incentivador) adicionei um pouco altura que me dá mais segurança com umas botas compensadas em toda a sola. Já estou numa 600 (Yahama Diversion) e a solução tem sido rodar a anca quando sinto que preciso de um dos pés todo apoiado no chão... sinto que ainda me falta um "bocadito" para me sentir apta para o exame... mas desistir é que não! Sei que este assunto já tem sido aqui debatido, mas para quem não tem muita experiência, e falo por mim, o facto de assentar os pés no chão dá um outro sentimento de segurança.

Boas voltas a todos!

Janeiro 12, 2021, 09:30:32, 09:30
Responder #28

JViegas

  • Motociclista: 4 estrelas ❇❇❇❇

  • Offline
  • ****

  • 3235
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Não nos podemos limitar pelo medo, respeitando sempre os nossos limites e a máquina.
O dia que isso não acontecer é o dia em que tudo de mau nos poderá acontecer.

Conduzir uma mota implica a assunção em assumir riscos. Maiores do que quando conduzimos um carro. E da forma como se conduz em Portugal...  :stuck_out_tongue_winking_eye:

Ganhar experiência respeitando sempre esses limites (os nossos e os da máquina) será porventura o caminho certo para uma evolução mais "natural" em duas rodas.

Não desistir, persistir, treinando e depois da carta, ao entrar no mundo "real", fora da "asa" do instrutor, aí irá começar a "verdadeira" aventura, com uma mota alta ou baixa.

Janeiro 12, 2021, 15:33:15, 15:33
Responder #29

replicantz

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 445
  • Sexo
    Masculino

    Masculino
Ainda bem que se se resolveu tudo da melhor maneira  :nice:
Agora é força nisso e com o tempo a confiança aumentará substancialmente.

Infelizmente, é mais um das centenas de casos que atestam o panorama algo desolador nas ditas escolas de condução.
Muitas delas deviam ser simplesmente proibidas de ostentar "Escola" no nome  :nempenses:

Na minha primeira aula o dito instrutor(?!) pediu aos 4 alunos para trazer as motos á mão para um largo perto.
Lá chegados, apresentou-se e logo de seguida disse-nos para montar e começar a dar umas voltas todos no mesmo sentido, ali no largo.
Assim, sem mais... Na primeira lição de 4 pessoas.

Um dos moços ao final de meia dúzia de metros acelerou imenso e deixou tombar a moto, mas devagar. O que vale é que era alto e bem corpulento.
NUNCA tinha pegado numa moto. Não sabia sequer ao certo o que faziam os vários pedais e manetes.

O instrutor primeiro ficou lixado, mas assim que percebeu a situação acalmou-se, ficou com ele algum tempo enquanto circulávamos ali à volta, enquanto lhe ia explicando as coisas básicas.

Se o aluno devia ter avisado? Sim, claro. Não devia ter tentado pilotar sozinho sem ter as bases para tal.
Se teria avisado antes na altura da inscrição? Sim, avisou. Mas a mensagem perdeu-se por ali.

Para mim, era mais que claro e óbvio o dever do instrutor de perguntar aos alunos qual a experiência de cada um. E proceder de acordo. Não o fez.

Com o decorrer das aulas percebi que era mais um que estava ali para fazer o mínimo essencial.
Basicamente: arranquem, dão aqui 10 voltas no largo, passam para aquela recta ali e fazem piscinas 20x. Siga!

Se calhar tive azar, mas olhando ao conjunto duvido muito que não seja o habitual por aqueles lados.
Como por exemplo todas as motos, sem excepção, estarem com várias mazelas nos piscas, espelhos, inclusive o tipo queria que eu fosse fazer o exame numa CB600 que tinha a coluna de direcção empenada! Ninguém conseguia fazer oitos naquilo, para o lado esquerdo...
Seguro? Duvido muito que existisse, dadas as condições deploráveis das motos.

Janeiro 12, 2021, 19:56:07, 19:56
Responder #30

VCS

  • Motociclista: 2 estrelas ❇❇

  • Offline
  • **

  • 477
    • Offramp
  • Marca Motociclo: Vespa, Lambretta, Piaggio
  • Modelo Motociclo: GTS 300, Golden Special, X8
  • Localidade: Lisboa
Ainda bem que se resolveu o tema da escola.
O que não falta no mercado são motos mais baixas (ou com bancos reguláveis) para permitir mais confiança. Incluindo motos de segmento médio/alto.
Embora é bom que se diga - como já aqui se demostrou - que com a prática certa e alguma destreza e flexibilidade, qualquer um(a) guia uma BMW GS.
Com a motivação que tens para conseguir esse objectivo de guiar "moto grande", nada será suficiente para te demover.  :nice:


Janeiro 13, 2021, 10:47:45, 10:47
Responder #31

MPinto

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 9
  • Marca Motociclo: apeado
  • Modelo Motociclo: apeado
  • Localidade: Porto
Citar
Já estou numa 600 (Yahama Diversion) e a solução tem sido rodar a anca quando sinto que preciso de um dos pés todo apoiado no chão... sinto que ainda me falta um "bocadito" para me sentir apta para o exame... mas desistir é que não! Sei que este assunto já tem sido aqui debatido, mas para quem não tem muita experiência, e falo por mim, o facto de assentar os pés no chão dá um outro sentimento de segurança.

Concordo.. eu também tenho adotado esse método de rodar a anca que assim o pé fica totalmente apoiado na hora de parar  ;)... como ainda estou com alguma dificuldade nos 8, o exame ainda não está em vista e agora com novo confinamento à porta não sei se será tão cedo...
Mas vamos conseguir  :yeah:

Janeiro 13, 2021, 21:17:39, 21:17
Responder #32

CRFernandes

  • Motociclista: 1 estrela ❇

  • Offline
  • *

  • 4
  • Sexo
    Feminino

    Feminino
  • Marca Motociclo: Suzuky Intruder Vs 800
  • Modelo Motociclo: Intruder VS 800 GLP
  • Localidade: Montijo
MPinto, sem sombra de duvida... é que não há volta a dar  :)